Armando Alves nasceu em 1935, em Estremoz e é um dos “Quatro Vintes”. Este pintor português, após tirar o Curso de Preparação às Belas-Artes da Escola António Arroio (Lisboa), realizou o Curso de Pintura da Escola de Belas-Artes do Porto, que concluiu com a máxima classificação. Foi docente desta escola entre 1962 e 1973.

 Juntamente com os artistas Ângelo de Sousa, Jorge Pinheiro e José Rodrigues, formou o grupo “Os Quatro Vintes” em 1968.

O final dos anos 60 constituiu um ponto de viragem na obra de Armando Alves, marcada até então por um informalismo “matérico”, caracterizado por uma rudeza textural e por um cromatismo baseado em ocres e tons quentes. A sua produção artística da década de 70, influenciada pelo sentido lúdico da Arte Pop britânica, reflecte o regresso à problemática do objecto, explorando, através de formas estilizadas, a conjugação de formas bidimensionais e tridimensionais. As superfícies polidas e brilhantes de cores vivas, resultantes de uma execução cuidada e sofisticada que o artista pretende tornar evidente, caracterizam esses objectos-esculturas.
A sua apetência para o design leva-o a desenvolver importante actividade na área das Artes Gráficas, contribuindo para a sua renovação e valorização.

Advertisements